Blog

CAMINHÕES & CURIOSIDADES: A história do guindaste

O guindaste é provavelmente uma invenção grega ou romana, da qual não existe registros anteriores ao século I a.C.

Os grandes monumentos de pedra anteriores a essa época – as pirâmides do Egito, por exemplo – foram edificados sem auxílio de nenhum mecanismo de suspensão.

A maior parte do conhecimento sobre os guindastes antigos vem de Vitruvio (I a.C) e de Héron de Alexandria (I a.C), arquitetos romanos. O mais simples dos guindastes descritos continha apenas uma única estaca fincada no chão, que era erguida e sustentada por um par de cabos amarrados em sua extremidade superior. Em seu topo, prendia-se a roldana por onde corria a corda que era operada normalmente por um molinete fixo em um dos lados da estaca.

Os guindastes romanos apresentavam sérias limitações. Apesar de a carga poder ser levantada verticalmente, o ângulo em que ela podia girar, sem o guindaste desequilibrar, era muito restrito. Além disso, só poderia ser erguida até a altura das estacas. Outro problema era a imobilidade do equipamento, que precisava ser desmontado a cada etapa da construção.

Os construtores medievais conseguiram superar a maioria desses problemas. A força humana utilizada para fazer funcionar o molinete permaneceu insubstituível até o advento das máquinas a vapor.

Existe uma grande variedade de guindastes em uso, dentre eles estão: os guindastes de pinça, os pórticos, gruas florestais, e os Muncks.

historia-do-guindaste-pinca-ou-multiangularPINÇA OU MULTIANGULAR:

Usado na construção civil, é desmontável devido a ser pesado, geralmente treliçado. É composto de duas extremidades: numa delas, fica a pinça elevatória descendente e/ou ascendente; na outra, fica um imenso contrapeso, que estabiliza o conjunto, evitando a sua queda. Normalmente é fixada em uma base pesada e sustentado por uma torre modular. É um conjunto de possante motor com roldanas acopladas a um ou mais cabos de alta resistência.

PÓRTICOS:historia-do-guindaste-porticos

Usados normalmente em portos para descarregar grandes e pequenos contêineres. Esse tipo de guindaste pode erguer até 12 contêineres de 20m³ cada, ou mais em alguns casos.

historia-do-guindaste-grua-florestal

GRUA FLORESTAL:

Equipamento utilizado para transportar toras de madeira, carregadas em caminhões ou carretas, levadas para processamento em indústrias de carvão vegetal, papel e celulose e para a alimentação de caldeiras.

TRUCK CRANE, GUINDAUTO, GUINDASTE RODOVIÁRIO OU MUNCK:

Usados para a movimentação de cargas na construção civil, descargas de maquinário. Montagem de estruturas e movimentação de tanques, silos, entre outras utilidades. São equipamentos montados sobre caminhão convencional, com chassi alongado, ouhistoria-do-guindaste-munck concebidos num conjunto que já compreende caminhão e equipamento num só. Tem lança telescópica com a opção de colocação de jib. Podem ter diversas capacidades. No brasil são chamados de caminhão “Munck”.

Se quiser conhecer mais sobre os muncks, no site da Trucado existe vários modelos a venda, clique aqui e conheça os muncks da Pegapeso, que hoje são considerados os melhores muncks do mercado, segundo os mais renomados profissionais da área. Vai começar a trabalhar com muncks ou trocar por um modelo mais recente e melhor? Não faça isso antes de ligar para a Trucado, a maior empresa especializada em venda e manutenção muncks da América Latina.

 
  WhatsApp
  WhatsApp